Oficina

Oficina de Dança Butô com Yoshito Ohno

Yoshito Ohno 6

dança butô

A dança Butô nasce de um movimento de contra-cultura existente no Japão do segundo pós-guerra, como resposta de uma cultura humilhada pela invasão dos valores e das práticas culturais ocidentais. A fermentação cultural dos anos 60, uniu os esforços de diversos intelectuais e artistas, gerando assim inúmeras manifestações artísticas experimentais. Os seus resultados no âmbito da dança apresentaram a materialização de uma nova filosofia do corpo, de uma corporeidade fluida baseada na dissolução do ego e na escavação profunda dos diferentes níveis de memória do “corpo de carne”. Atualmente, o Butô continua sendo instrumentalizado no cenário mundial como experiência fundamental na formação de atores e dançarinos, influenciando de forma incisiva as grandes reformulações estéticas da cena contemporânea.

yoshito ohno

Yoshito Ohno nasceu em 1938 em Tóquio. Em 1959, atuou em “Kinjiki (Cores proibidas)”, performance dirijida e coreografada por Tatsumi Hijikata que se apresenta historicamente como a primeira criação da dança Butô. Participou de espetáculos da Casa de Artaud e do grupo Ankoku Butoh-ha de Hijikata. Em 1969, realizou seu primeiro espetáculo solo e, meses depois, suspendeu suas participações sobre os palcos. Em 1985, retornou à vida artística com o espetáculo “Mar morto” juntamente com seu pai – e co-criador da dança Butô – Kazuo Ohno. Desde 1986 passou a dirigir todas as performances de Kazuo Ohno. Em 1998 realizou mais um espetáculo solo intitulado “O último quadro de Dorian Gray” baseado nos manuscritos não publicados em vida por Masakatsu Gunji. No ano 2000, escreveu seu livro “Kazuo Ohno: alimento para a alma” publicado pela Film Art-sha. Atualmente é o último representante vivo da primeira geração da dança Butô.

inscrições

As inscrições estão abertas de 25/02 a 05/03. Serão disponibilizadas 25 vagas para participantes (20 alunos DEART/UFOP e 5 do público externo) e 50 vagas para observadores. Aqueles que não forem selecionados para participar serão convidados a assumir o papel de observadores, dependendo da disponibilidade das vagas. A seleção se dará baseada na carta de intenções e no currículo dos candidatos. A lista dos selecionados estará disponível neste site a partir do dia 07/03.

local

A oficina será ministrada no Cine-Teatro Vila Rica, na Rua São José, Centro de Ouro Preto, no dia 12/03, das 9h às 12h.

selecionados

A comissão de seleção analisou as quase 100 inscrições para a oficina e selecionou os nomes abaixo para participarem da oficina no dia 12, das 9h às 12h. Devido ao alto número de inscrições também de participantes externos ao departamento, o número de vagas foi aumentado e o local de realização foi alterado da sala 35 para o CINE-TEATRO VILA RICA, possibilitando assim também a ampliação do número de observadores, de acordo com a disponibilidade do local. Os candidatos selecionados deverão comparecer impreterivelmente até às 8h30 no local da oficina. Depois deste horário os candidatos ausentes serão considerados desistentes e serão substituídos pelos suplentes, na ordem estabelecida abaixo. Os critérios de seleção se basearam no currículo e na carta de intenções, buscando privilegiar os perfis de pesquisa que se aproximam da linguagem proposta pela oficina. Da mesma forma, existiu um esforço de abarcar ao menos um representante dos inúmeros coletivos e grupos externos e internos ao departamento, possibilitando assim a multiplicação e uma maior difusão do conteúdo que será trabalho. Os suplentes estão automaticamente inscritos como observadores.

participantes
Adriana da Silva Maciel
Alisson Gabriel de Oliveira Souza
Bárbara de Souza Carbogim
Bárbara Henriques
Benjamin de Oliveira Abras
Carla Gontijo
Daniela Fontana de Lima
Fernanda Bacha Ferreira
Fernanda Helena Guedes Reis Teixeira dos Santos
Francine de Camargo Leite Nogueira
Frederico D’Paschoal Contarini da Silva
Georgianna Gabriella Dantas
Geraldo Magela Silva Rocha
Grasielli de Oliveira Gontijo
Higgor Vinícius Vieira
Luciana Bortoletto
Luísa Aguiar Arrigoni
Marcelo Fiorin Angelo
Maria Cláudia Santos Lopes
Maria Gabriela Felipe
Mariana Carvalho Arantes
Marlon Jeferson da Silva Santos
Mayra Fernandes Pimenta
Panmella Kelen Ribeiro Costa
Paula Reis
Romíria Penha Turcheti Vasconcelos
Simone do Carmo Silva
Thais Helena D’Abronzo
Thálita Motta Melo
Wallisson Silva Souza Gomes

Suplentes (DEART)
1- Márcio Masselli Dias Filho
2- Weber Miranda Cooper Neto
3- Danilo Felisberto Pedroso
4- Adriana Martins de Castro
5- Jairo Adriano Almeida do Nascimento
6- Marina Rainho Pinto
7- Brigite Amanda Sato de Freitas

Suplentes (externo)
1- Mayara Helena Alvim
2- Carolina de Pinho Barroso Magalhães
3- Maria Luísa Ferreira Fonseca
4- Gabriel Zenlon Sung
5- Nathália Araújo Aguerrondo
6- Marília Siqueira Gratão Paglione
7- Liliana Maria López

observadores
Ana Karla Tzortzato Almeida
Brigite Amanda Sato de Freitas
Ciro Medeiros Mendes
Dally Velloso Lemos Schwarz
Daniel Lucas Araújo
Daniela Mara Reis da Silveira
Deraldo Ferreira Neto
Edilaynne Paula de Lima
Elias Inácio de Souza Neto
Elina Ferreira e Penna
Emerson Fernandes Pereira
Érika Camila Pereira dos Santos
Felipe Tolentino Ferraz
Fernando Fernandes
Giovany de Oliveira Silva
Heloisa Danielle da Silva
Izabel de Oliveira Matias
Janaína Braga Trindade
Jessica Luiza Pádua Cardoso
João Rafael Vieira Ribeiro
Juliana de Conti Macedo
Leandro Masson
Lissandra Guimarães Silva
Luciana de Oliveira
Maíra Lana de Araújo e Souza
Marcos Eduardo Batista
Mariane Martins da Costa
Marina Mattiello Magalhães
Marta Luiza dos Santos de Oliveira
Maxwell Duarte Campos Antunes
Nahama Baldo
Nicole Maria da Costa Silva
Nilmara Aparecida de Castro
Pedro Henrique Fernandes Barroso
Perciliany Martins de Souza
Priscila Rezende Pinto
Raizza Borges Tosatti Almeida
Ricardo Gontijo Campolim Moraes
Sabrina Batista Andrad
Tábatta Iori Thiago
Tayane Maria Lacerda
Vinicius Amorim Almendros

certificados

Os certificados de participação da oficina serão emitidos no início de abril e serão enviados para os participantes.